Repercussão das agressões mantidas em segredo

Na semana passada estive em contato na Procuradoria e me candidatei para uma vaga num determinado setor bastante movimentado também, é que o Servidor Ministerial que teria sido designado segundo fui informado naquele momento, não teria sido liberado pelo Promotor da Promotoria Itinerante.

A chefe do setor entraria em contato na segunda-feira para tratar sobre o assunto com a Sub-Procuradora Geral de Justiça.

Nesta semana recebi uma ligação informando que a Sub-Procuradora não aceitou o meu pedido e teria dito que ficasse onde estou porque me designaria de volta para o local de origem. Segundo pude perceber sob uma argumentação estapafúdia, ora, embora ela não tenha culpa, mas no mesmo tom dos argumentos pelos quais  fui designado para o local que atualmente presto serviços, jamais poderia me designar para trabalhar no interior novamente.

Mas de qualquer forma, o fato ocorreu em outra gestão, e  muitas agressões foram mantidas em segredo, possivelmente tem muita coisa que eu não esteja sabendo mas que ocorre possivelmente apenas em bastidores. Por isso, vou continuar me movimentando e observando para que a verdade seja revelada.
Enviarei na semana que vem, um relatório para a Procuradora Geral de Justiça contando tudo o que ocorreu. Pois, não vou aceitar que pessoas inescrupulosas continuem maculando a minha reputação profissional ou pessoal, já que a única Promotora que supostamente teria tido problemas com o servidor ministerial atualmente estão na Comarca de Balsas.

Se eu não estivesse seguro do que sou e do que realizei não ousaria escrever sobre determinados assuntos.

Postagens mais visitadas deste blog

EMPRESA É CONDENADA A INDENIZAR FAMILIA

Clube do Crescimento Pessoal

A VIDA É MOVIMENTADA POR PARCERIAS